Departamento de Educação Física da UFPR possui uma das melhores estruturas de wrestling no país

Com uma área oficial desde 2006, o DEF já contribuiu para a preparação de atletas olímpicos como Aline Silva

Por Thiago das Mercês

 

Nas Olímpiadas Rio 2016, o país sede terminou em 13º lugar, com 19 medalhas. Em cada uma das vezes em que o hino brasileiro foi tocado, o sentimento foi diferente. Desde o alívio no futebol masculino (com o ouro inédito), até a surpresa com revelações para o esporte nacional, como Isaquias Queiroz, na canoagem de velocidade, e Thiago Braz, do salto com vara.

No entanto, em 27 modalidades o Brasil ficou sem medalhas, escondendo, muitas vezes, os feitos de seus atletas. É o caso dos atletas do wrestling, ou luta olímpica, modalidade que encontra em Curitiba, no Departamento de Educação Física da UFPR, um interessante berço de lutadores, graças a um dos melhores centros de treinamento do país.

O Brasil levou cinco atletas do wrestling para competir nos Jogos Olímpicos, quatro mulheres e um homem. Apesar de não ter conquistado nenhuma medalha, para o treinador Sérgio Oliveira da UFPR, os atletas brasileiros tiveram o melhor desempenho da história da luta olímpica nacional. “Em comparação com as outras participações do Brasil nos Jogos, essa foi a melhor participação porque a gente tinha reais chances de chegar ao pódio, coisa que em Jogos anteriores a gente não tinha”, definiu Oliveira.

Aline Silva, que foi destaque da equipe brasileira ao alcançar as quartas de final, chegou a treinar na UFPR por cerca de dois anos, porém foi difícil mantê-la por falta de recursos. “Atleta de alto nível demanda dinheiro”, alerta Santos, coordenador do projeto. Enquanto isso, o centro de treinamento da UFPR produz talentos que competem nos Jogos da Juventude, Jogos Pan-Americanos etc. Giovane Pedroso, que treina há 4 anos na estrutura da Universidade, aprova os treinos que recebe do Bolacha, como é chamado pelos alunos o treinador Oliveira. “A estrutura é muito boa. Nós temos condições claras de chegar a um campeonato nacional, a um campeonato mundial”, crava Giovane.

 

legenda-sergio-oliveira-e-sergio-dos-santos-importantes-nomes-do-wrestling-curitibano-e-nacional-foto-thiago-das-merces
Sergio Oliveira e Sérgio dos Santos: importantes nomes do wrestling curitibano e nacional. (Foto: Thiago das Mercês)

 

10 anos da área oficial 

O projeto de wrestling na UFPR começou em 1998, idealizado pelo ex-técnico da seleção brasileira e professor do DEF, Sérgio dos Santos. A primeira estrutura para treinos veio no ano seguinte, mas era adaptada, construída a partir da boa vontade dos alunos e professores. “Na época a gente juntou vários acadêmicos que treinavam aqui e fez tipo um pedágio na rua. A gente fez rifa, vendeu camiseta, para poder pagar a lona”, contou Sérgio.

A área oficial para a prática da luta olímpica chegou somente em 2006, em forma de comodato, cedida pelo Comitê Olímpico Brasileiro. A estrutura da UFPR foi a única oficial no Paraná até 2012. Hoje existem oito no estado. Apesar do alto custo de manutenção do wrestling (uma área oficial custa em torno de R$40 mil, segundo o treinador Sergio Oliveira), os treinamentos na universidade paranaense são gratuitos, abertos à comunidade.

Inclusive o próprio professor Oliveira treina voluntariamente os atletas no DEF. Muito disso se deve à uma parceria que a Universidade possui com a Federação Paranaense de Lutas Associadas, da qual ele é presidente. Segundo o treinador, “a ideia do comodato era que tivessem atividades extracurriculares que mantivessem o projeto de luta olímpica, e também que a graduação pudesse utilizar”.

 

Serviço

Os treinamentos no Departamento de Educação Física acontecem toda terça, quinta e sábado, das 9 às 11h. O treino é gratuito e aberto ao público. Santos conta que há a intenção de se estender o projeto para a população local menos favorecida. “A gente tem a ideia de ampliar o projeto para atender as comunidades carentes da região, mas estamos buscando algumas parcerias para subsidiar alguns custos”, diz o coordenador.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *