Estudantes com necessidades especiais também têm espaço na UFPR

Todos os cursos da UFPR têm uma vaga reservada para estudantes com necessidades especiais. Hoje, há 123 alunos na universidade que necessitam de apoios educacionais especiais. Os candidatos tem desde o momento da inscrição o auxílio do Napne, Núcleo de Atendimento a Pessoas com Necessidades Especiais.

No dia das provas os alunos também ficam em lugares apropriados para suas necessidades especiais. “Quando prestei vestibular todos os recursos possíveis foram colocados à disposição dos candidatos. Fui do bairro Portão até o local da prova de van”, recorda o estudante de História, Fábio Dantas Amaral Lisbôa da Silva, que possui Hemiplegia Espástica, um tipo de paralesia cerebral.

Alunos da UFPR acreditam que a Universidade está preparada para receber alunos com necessidades especiais (Foto: Dayane Saleh)
Alunos da UFPR acreditam que a Universidade está preparada para receber alunos com necessidades especiais (Foto: Dayane Saleh)

A aluna de Design Gráfico, Marcellen Neppel, 17, com deficiencia auditiva, conta que antes de prestar vestibular na UFPR, participou de alguns encontros com palestras conduzidas pelo Napne. “Esse encontro ajuda os alunos com necessidades especiais, dá a sensação de acolhimento a eles. O Napne também oferece alguns intérpretes para surdos, ou seja, ele não precisa trazer alguém de casa ou contratar um intérprete para auxiliar nas aulas”, conta.

De acordo com a Coordenadora do Napne, Laura Moreira, a UFPR está preparada para receber alunos com necessidades educacionais especias, visto que conta com bancas especiais desde 1991 e com uma equipe de profissionais com condições de apoiar os candidatos em suas necessidades. Esse trabalho é realizado em conjunto com o Núcleo de Concursos, NC, e o Napne da UFPR, que visam garantir a acessibilidade física, pedagógica, linguística e tecnológica a esses alunos.

Laura afirma que há várias unidades, setores e pesquisadores que trabalham a acessibilidade em suas diferentes formas na UFPR. A Pra, Pró-Reitoria de Administração, por exemplo, possui atenção especial às questões relacionadas à acessibilidade física.

Vaga reservada

A resolução Nº70/08, conforme seu art.1, visa aprimorar as políticas de ingresso e de permanência de pessoas com necessidades educacionais especiais na UFPR, através da ampliação de investimentos na infraestrutura física e de pessoal.

Esta resolução aprovou a destinação de uma vaga em cada curso de graduação, ensino profissionalizante e ensino médio da UFPR para pessoas com deficiências, a partir do Processo Seletivo 2008/2009.

De acordo com o edital 14/2014 do processo seletivo da UFPR, o candidato com necessidades especiais participará do processo seletivo em igualdade de condições com os demais candidatos no que diz respeito à possibilidade de inscrição através de cotas sociais, raciais ou concorrência geral. Também serão iguais os conteúdo das provas, critérios de aprovação, dias e horários da aplicação das provas e nota mínima exigida.

Podem concorrer à vaga candidatos que apresentarem deficiências que lhes tragam dificuldades para o desempenho de funções educativas na universidade, exigindo um atendimento educacional diferenciado.

Serviço

Mais informações sobre o edital, acesse o site do Núcleo de Concursos da UFPR.