Estudantes da UFPR entram em greve a partir de hoje

Os estudantes da Universidade Federal do Paraná entraram em greve na noite do dia 26 de outubro, depois de votação em Assembleia realizada no campus da Reitoria.
Além da greve, também foram colocadas em discussão pautas como a ocupação do prédio Dom Pedro II, que foi aprovada ocorreu logo após a reunião.
A PEC 241, responsável por congelar os gastos do Governo Federal com educação e outras áreas chaves do país, a resolução 96/15, dificulta ainda mais a permanência dos estudantes na universidade e o apoio às mais de mil escolas estaduais ocupadas pelos secundaristas foram as principais razões para deflagrar a greve.
A assembleia extraordinária foi convocada com o objetivo de ouvir a opinião dos estudantes sobre o futuro da Universidade. Os debates estavam bem polarizados – vaias frequentes durante o debate explicitavam bem a discordância entre os alunos – de um lado os estudantes contrários a greve, maioria pertencente ao departamento de Ciências Sociais Aplicadas, e os favoráveis, representando os demais cursos. O microfone chegou a ser desligado para cortar falas favoráveis ao Movimento Grevista. A oposição se dava principalmente em relação às ocupações.
Na segunda-feira, 24, o prédio Dom Pedro I foi ocupado, desagradando parte dos estudantes que disseram não se sentirem representados pela ação direta. “Nós temos o direito de estudar, direito a liberdade individual!”, afirma o estudante Antônio Jorge Menezes do curso de Economia.
Já o estudante Angelo Peixoto, do curso de Direito, concorda com o processo de ocupação. “A ocupação serve para reivindicações diretas junto à instituição e forma uma classe mais politizada de estudantes”.  O estudante ainda completou que “o processo em si não pode ser em fim, mas sim um meio, algo que busque mudanças, algo maior”.
A votação contou com o quórum necessário de 3% do corpo estudantil, cerca de 1100 estudantes compareceram. A ocupação do prédio central da Reitoria, local do gabinete do reitor, do Hospital de Clínicas e do Núcleo de Concursos, responsável pelo vestibular da UFPR, não foram aprovadas.

Confira a Galeria de Gabriel Dietrich

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *