Faculdade Evangélica reabre cursos por meio de liminar provisória

Faculdade Evangélica  (Foto: Divulgação)
Faculdade Evangélica
(Foto: Divulgação)

A liminar para reabertura dos cursos foi mantida após ser analisada nesta segunda, 9, pelo Tribulnal Regional do Trabalho (TRT-PR). No dia 18 de dezembro de 2014, sete cursos da faculdade foram fechados:  Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Psicologia, Medicina Veterinária, Teologia e Tecnologia em Gestão Ambiental.

A intervenção foi feita por Fabrício Hito no dia 17 de dezembro. Ele foi indicado pelo Ministério Público do Trabalho para reparar a situação financeira da instituição. “Estávamos há dois meses sem receber salário e alegavam que o dinheiro era mandado para o Hospital Evangélico”, declara Roseli Hauer coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade.

“No dia 22 de dezembro de 2014, nós, coordenadores do curso, recebemos o comunicado por Gilberto Zluhah, que a partir daquele dia estaríamos de férias. Não vimos nenhum documento”, afirma Roseli.

O lado dos estudantes

Os recém-matriculados souberam pela mídia do que aconteceu. “Não recebi comunicado nenhum, descobri pela Internet e porque já ouvia alguns boatos de que a universidade estava falindo”, conta Kássya Corrêa Santos, aprovada em 2014 no vestibular para Fisioterapia.

Os estudantes foram transferidos para a Universidade Tuiuti do Paraná. A documentação dos alunos foi enviada para a UTP, mas, caso algum deles quisesse outra faculdade, deveria levar a documentação na instituição escolhida. “Fomos transferidos para a UTP pagando o mesmo valor e tendo as mesmas matérias”, completa Rafaella Barotto, estudante de Medicina Veterinária.

“Fica muito instável voltar para evangélica,”, afirma Luccas Fefhetto, que pediu transferência do curso de Psicologia para Universidade Tuiuti do Paraná.

As matrículas serão realizadas entre os dias 18 a 20 de fevereiro de 2015 na secretaria da Fepar.

Mais informações sobre a matrícula, no site www.fepar.edu.br