Força e sensibilidade marcam nova apresentação da Téssera Companhia de Dança

O grupo de dança moderna da UFPR apresenta “Aquela que é”, espetáculo sobre o universo feminino

Por Jessica Skroch

“Aquela que é”, o mais novo espetáculo da Téssera Companhia de Dança, expõe o universo feminino. Foto: Divulgação

No dia 29 de novembro, quarta-feira, no Teatro da Reitoria, a Téssera Companhia de Dança da Universidade Federal do Paraná (UFPR) inicia a temporada da apresentação inédita “Aquela que é”. A obra, que marca a estreia de Juliana Virtuoso como coreógrafa da companhia, trata de questões do universo feminino, como a sensibilidade, generosidade e força da mulher. A apresentação do grupo de dança moderna conta com um elenco composto por 21 bailarinos.

Virtuoso, que dança há 15 anos na Téssera, está em “Aquela que é” como coreógrafa pela primeira vez. A ideia do tema surgiu há cerca de um ano e meio, quando leu nas redes sociais uma famosa e recorrente frase do movimento feminista: “Nós somos as netas das bruxas que vocês não conseguiram queimar”. A partir disso, Virtuoso buscou pesquisar a essência e alma da mulher, aquilo que ela é, por considerar que este é um momento importante para tratar do assunto. Há 10 meses, a pesquisa se aprofundou com a companhia, incluindo desde a movimentação e interpretação até a trilha sonora.

O processo de elaboração do espetáculo se deu de maneira orgânica. Os bailarinos recebiam as células coreográficas e buscavam compreender o significado de cada cena e o que se queria passar com ela. Essa é uma característica importante para a Téssera: “O artista precisa saber o que está fazendo. Não é só o movimento e a forma, mas a emoção tem papel fundamental nessa construção”, explica a coreógrafa. Helen de Aguiar, bailarina mais antiga da companhia, conta que o processo foi progressivo e se completava dia após dia, fazendo com que os bailarinos mergulhassem cada vez mais no universo feminino. Segundo a bailarina, o tema fluiu naturalmente, despertando questões que estavam adormecidas nos artistas sobre a essência feminina. Depois de todo o trabalho, Aguiar comenta a ansiedade perto da estreia: “No teatro, parece que toda a construção em sala é zerada”.

No grupo, emoção, dança e teatro andam juntos. Foto: Christian Alves

“Aquela que é” marca um ciclo novo e significativo para a Téssera Companhia de Dança. Os artistas estavam acostumados a serem coreografados pela coreógrafa Cristiane Wosniak ou pelo diretor do grupo, Rafael Pacheco. Nesse espetáculo, Juliana Virtuoso, a colega da companhia, ocupa um outro lugar, promovendo uma nova rotina. A bailarina Helen de Aguiar considera enriquecedor poder dançar com coreógrafos diferentes, e diz que “é possível aprender mecanismos novos que fazem evoluir artisticamente”. Mesmo com o diferencial de outra coreógrafa, o balé mantém forte a identidade da Téssera, mesmo com a presença da personalidade de Virtuoso. 

Depois de 3 meses de ensaio, a temporada finalmente começa no dia 29 de novembro. Os 21 bailarinos vão se apresentar com a direção artística de Rafael Pacheco, trilha sonora de Helen de Aguiar e iluminação de Luiz Carlos Tschannerl. A apresentação promete exaltar a sensibilidade e força da mulher, sua energia e o que ela é.

SERVIÇO
“Aquela que é” – espetáculo da Téssera Companhia de Dança da UFPR
Local: Teatro da Reitoria da UFPR – Rua XV de Novembro, 1299, Centro – Curitiba – PR
Data: de 29 de novembro a 03 de dezembro de 2017 (de quarta a domingo)
Horário: 21h
A entrada é franca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *