No meio do caminho da educação havia Beto Richa

Texto: Ana Clara Tonocchi
Fotos: Gabriel Dietrich

No dia 29 de abril, Curitiba entrou, infelizmente, para a história. O cenário de guerra civil que aconteceu no Centro Cívico só deixou explícito o despreparo do governo e da polícia, e as vontades de um governo mimado, governado por um piá de prédio, autoritário, abusivo e truculento: Beto Richa.

Foram quase duas horas de uma polícia truculenta, jogando bombas de gás lacrimogêneo de helicópteros, cachorros para cima dos manifestantes e da imprensa, balas de borracha (inclusive por franco-atiradores de cima de prédios) spray de pimenta e jatos de água – no rosto de professoras e professores do estado. Os nossos professores. A polícia, que deve nos proteger, nos violenta.

Com mais de 200 feridos, com o acesso de ambulâncias restrito e com o objetivo de destruir e desmoralizar os manifestantes, a dúvida era: meus olhos lacrimejam por conta do gás de lacrimogêneo ou por vergonha e tristeza?

 

 

 

 

You May Also Like

One thought on “No meio do caminho da educação havia Beto Richa

Comments are closed.