Peça “Outra chance” encerra participação no Festival de Curitiba 2017

Com temáticas de suicídio, depressão e câncer, a peça emocionou o público no Teatro Cleón Jacques em suas quatro apresentações

Por Taísa Medeiros

“Outra chance” traz o intercâmbio de experiências e histórias entre personagens de todas as idadesCadeiras dispostas lado a lado. A luz estava baixa, a música caía no ambiente trazendo o tom da peça. Suicídio, câncer, a luta pela vida, a crise existencial em torno do seu sentido. Apresentada pelo grupo Sétima Cena no Teatro Cleón Jacques, a peça traz nove atores em cena, e possui figurino e cenário simples, deixando a cargo da imaginação do público a ambientação do hospital.

Os ensaios e apresentações começaram em 2016, mas o grupo já trabalha junto há três anos. Os atores, todos alunos e ex-alunos de escola pública, dedicaram-se a uma rotina de preparação para representar nos palcos a realidade de muitas pessoas de todas as faixas etárias. O roteirista e diretor da peça, Felipe Quadra, é professor de artes do Ensino Médio, e conta que a motivação para tratar de um tema tão denso veio a partir do caso de um aluno seu que tirou a própria vida. Além disso, a ONG União Traz a Cura inspirou o professor a investigar sobre doação de medula óssea. “Essa ideia que estamos apresentando traz por um lado as pessoas que tiram a sua vida e outro lado de pessoas que precisam de doação de vida”, comenta.

Com o objetivo de promover reflexões e ao mesmo tempo instruir, a peça possui dados informativos além da encenação das histórias. Conta com depoimentos fictícios de socorristas, enfermeiros, faxineiros e pacientes vítimas do câncer e da depressão. “A arte faz essa ponte entre a ficção e a realidade, e o teatro em especial consegue conscientizar as pessoas de uma forma até lúdica, até por ter a questão do contato direto com a plateia ao vivo”, acrescenta Felipe.

A peça Outra chance foi apresentada quatro vezes durante o Fringe, na edição de 2017 do Festival de Curitiba. Todas as apresentações tiveram casa cheia e cumpriram o papel de levar ao público muitos questionamentos e informações a respeito dos temas abordados.

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *