Série sobre política faz sucesso mundial

Frank Underwood iconicamente no lugar da estátua de Abraham Lincoln (Foto: Divulgação)
Frank Underwood iconicamente no lugar da estátua de Abraham Lincoln (Foto: Divulgação)

House of Cards é uma série de drama político, na qual Frank Underwood se vale de manobras políticas e outros artifícios, com o objetivo de conseguir mais poder e influência para chegar à presidência dos Estados Unidos.

A série é produzida e exibida desde 2013 pelo serviço de streaming Netflix, criada por Beau Willimon e com atuação de Kevin Spacey no papel de Frank Underwood. No elenco principal da primeira temporada ainda estão Robin Wright como Claire Underwood, esposa de Frank, Kate Mara como a jornalista Zoe Barnes, Corey Stoll fazendo o deputado Peter Russo e Michael Kelly como Doug Stamper, chefe de gabinete de Frank. Três temporadas da série já foram lançadas.

Como primeira aposta de uma série própria do Netflix, House of Cards mais do que superou as expectativas. Spacey mostra aqui todo o seu talento e mantém a qualidade de suas atuações cinematográficas. Aliado ao presidente eleito, como promessa de campanha, o senador estava encaminhado para ser o novo secretário de Estado. Porém, o acordo não é cumprido pelo presidente e outro político, Michael Kern, é escolhido para o cargo. Querendo se vingar, e ao mesmo tempo tomar o lugar que considerava como seu de direito, Underwood começa a jogar pesado e por baixo dos panos  para enfim ter o seu cargo.

Ele se aproveita de dois personagens importantes, Zoe Barnes e Peter Russo, de uma maneira tão forte que eles se tornam a essência de todo o jogo para construir o seu “castelo de cartas” e chegar ao topo. Os dois se submetem às ordens de Underwood a ponto de suas vidas ficarem nas mãos do político.

Toda a série em si se baseia nas relações de poder exercidas por Frank com as pessoas à sua volta. Mesmo o casamento com a esposa Claire envolve interesses futuros em eleições. Todas as situações podem ser aproveitadas pelo político para atrair votos em projetos ou denegrir a imagem de adversários.

Frank Underwood não é o mocinho do cinema, ele é um anti-herói pelo qual você não sente compaixão e sim raiva pelas atitudes que toma durante os episódios. Ele mesmo deixa claro o papel que quer desempenhar. Prova disso são as vezes em que o personagem quebra a “quarta barreira” e fala olhando diretamente para a câmera, como se confidenciasse aos espectadores suas intenções.

House of Cards é feita dos diálogos políticos, das situações que surgem no caminho de Underwood em busca da presidência dos Estados Unidos. Não é preciso acompanhar política ou mesmo entender dela para assistir, tudo fica claro e chama a atenção de quem assiste.

Serviço

House of Cards está disponível nas suas três temporadas no Netflix. A terceira temporada foi lançada no final de fevereiro e a próxima está prevista apenas para o ano que vem.

You May Also Like